• Sandra Sisla

Gravidez em movimento; articulações da bacia

A relaxina é um hormônio produzido no corpo lúteo e placenta, somente durante a gravidez. Sua ação é o aumento da síntese do colágeno e tem como função tornar os tecidos das cartilagens, tendões, ligamentos e músculos mais soltos que ficam mais frouxas para maior mobilidade articular e para preparar o caminho da passagem do bebe pelo canal de parto.


A relaxina é global, age no corpo todo, e por isso podemos constatar o aumento do tamanho dos pés.

Os ossos da bacia não são um bloco fixo, a pelve é composta de 4 ossos (dois ossos ilíacos, osso sacro, cóccix) que se juntam em ligamentos tendões e articulações pouco móveis mas que durante a gestação se flexibilizam.


As articulações sacrilíacas ficam na parte posterior da pelve logo abaixo dos dois furinhos sacros. Podemos sentir estas articulações se soltando desde o segundo semestre as vezes com incômodos e dores. Se nosso quadril está cheio de pontos de tensão, como dores no nervo ciático, encurtamentos nas nádegas ou parte posterior das pernas, esta articulação pode apresentar-se mais doloridas.


O osso sacro faz um pequeno movimento de nutação e contranutação, ou seja, gira no eixo da articulação sacro ilíaca, ficando mais verticalizado ou horizontalizado. Esse movimento precisa estar solto em seus ligamentos, tendões internos e músculos envolvidos para que haja movimento e abertura de diâmetro da pelve para encaixe do bebé no momento do parto.



É muito bom que a gestante aprenda sobre as possibilidades de movimentos pélvicos e consiga perceber suas tensões e soltar esta região.


A sínfise púbica está na frente da pelve sob o monte de vênus e é uma juntura, ou seja, uma articulação pouco móvel, mas que no parto se solta em alguns centímetros. Muitas mulheres relatam desconforto nesta região e as vezes um ``repuxo`` durante o movimento de andar ou movimentos de dissociação do quadril.


O que fazer se houver desconforto na articulação sacro ilíaca ou no púbis:

Pegue uma toalha de rosto e enrole, deite no chão com as pernas fletidas e as solas dos pês no chão.

Coloque o rolinho em baixo do osso sacro e tente relaxar completamente o quadril sobre o rolinho.

Fique por 3 a 5 minutos e depois retire a toalha voltando a se deitar no chão com as pernas esticadas


Sandra Sisla


11 visualizações

© 2018 Criado por Kalinka Araneda